China inicia exercícios militares com munição de verdade perto de Taiwan após visita de Pelosi

A China iniciou nesta quinta-feira, 4, os maiores exercícios militares do país em décadas ao redor de Taiwan, em uma demonstração de força após a visita à ilha da presidente da Câmara de Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi. As manobras são realizadas com munição real e começaram às 12 horas  (1 hora da manhã de Brasília) e devem continuar por três dias, até o mesmo horário, encerrando no domingo, 7. “Seis grandes áreas ao redor da ilha foram selecionadas para o exercício de combate e, durante este período, navios e aeronaves não poderão entrar nos espaços aéreo e marítimo envolvidos”, informou uma mídia estatal chinesa. Pelosi deixou Taiwan na quarta-feira, 3, após uma visita de menos de 24 horas que irritou Pequim, que considera a ilha parte de seu território e não reconhece sua independência. A legisladora, segunda na linha de sucessão presidencial, é a principal autoridade americana a visitar Taiwan em 25 anos. Ela declarou que teve o objetivo de “deixar claro, de forma inequívoca”, que os Estados Unidos “não abandonarão” a ilha. Em resposta, a China prometeu punir os que a ofenderam e anunciou manobras militares nas águas próximas de Taiwan, que incluem algumas das toras marítimas mais movimentadas do mundo.

Fonte: Jovem Pan

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.