Sinpol vai gerar própria energia com placas solares em busca de economia e sustentabilidade

Com previsão de payback, ou seja, retorno financeiro, em dois anos e oito meses, o Sinpol implantou sistema de geração fotovoltaica em sua sede, em Campo Grande, e cogita expandir as placas para outras unidades no Estado. 

Conforme cálculos feitos pelo fornecedor, a economia anual de gastos com energia elétrica, a partir da implantação do sistema fotovoltaico deve ser de R$ 69.636,00, a partir do primeiro ano. “É um investimento que visa o futuro, tanto com a economia quanto a geração de energia limpa, o que traz benefícios não só ao Sindicato, mas à sociedade como um todo”, diz o diretor de Aposentados e Pensionistas do Sinpol, Antônio Bianco.

Nos últimos 10 anos, o aumento do valor da energia elétrica foi de 77% para os consumidores de baixa tensão, conforme dados do Conselho de Consumidores da Área de Concessão da Energisa MS e a geração de energia solar, como medida econômica e ambiental tem crescido a passos largos. Isso sem contar com impostos e a taxa de iluminação pública.

A potência instalada de geração solar fotovoltaica do Brasil apresentou crescimento de cerca de 1 GW entre janeiro e maio de 2020, de acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR). O volume total do país atingiu a marca de 5,5 GW.

Fonte: Sinpol MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *