CTB-MS: Nova gestão tem desafio de fortalecer a luta dos trabalhadores em tempo de covid-19

A nova gestão da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Estado (CTB-MS) para o quadriênio 2021/2025 foi eleita no último domingo (30), durante o IV Congresso Estadual ‘Ramiro Moisés Neto’ da CTB-MS. O evento foi renomeado em homenagem ao presidente da CTB Ramiro (in memoriam) que faleceu no dia 20 de maio devido a complicações da Covid-19. Sendo eleito como presidente para a nova gestão Fabiano Reis — que exerce função de diretor-tesoureiro no SINDIJUS-MS (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul) — e tem como desafio fortalecer e unir os trabalhadores públicos e privados, rurais e urbanos, formais e informais, em tempos de covid-19.

O congresso foi realizado de forma virtual e na ocasião também foi aprovado a unificação com CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil é uma central sindical brasileira).

“Todo mundo está sendo afetado com a retirada de direitos, independentemente se é esquerda ou direita, se é servidor público ou trabalhador rural. Então, o sentimento de indignação coletivo dos trabalhadores será nosso combustível para unir e fortalecer a luta de forma integrada e digital, até mesmo devido a pandemia que infelizmente ainda não sabemos até quando vai continuar”, enfatizou Fabiano Reis.

“A primeira coisa que pretendemos fazer é agregar os trabalhadores. Nosso foco é trabalhar os núcleos, da educação, do judiciário, dentro outros. Queremos fomentar os debates, mostrar que a central tem uma proposta boa de luta, ainda mais agora com a unificação com a CGTB, ficou maior e mais forte”, complementou.

A atual diretoria tem o objetivo de fazer um levantamento das reivindicações e necessidades das entidades filiadas. “Temos que levar a CTB para todos os lugares, manifestações, imprensa, trazer os sindicatos para perto, só assim poderemos saber das reivindicações das categorias e poder dar voz as bandeiras. Estamos à disposição dos filiados, eu nós também vamos visitar os sindicatos, tentar ampliar muito mais o leque de luta”, evidenciou Reis.

Nova direção da CTB-MS:

Presidência – Fabiano Reis (SINDJUS-MS)

Vice-presidência – Jorge Bento (FETAGRI)

Secretaria Geral – Iara Cuellar (FETEMS)

Secretaria de Finanças – Ricardo Froes (SINTRAE)

Secretaria de políticas de gênero e geração – Rose Borges (SINTERCOM)

Secretaria de comunicação, formação, cultura, esporte e lazer –  Valdinir Nobre  (FETTAR)

Secretaria de política sindical, relações institucionais e assuntos jurídicos –  Leonardo Lacerda (SINDJUS-MS)

Secretaria de meio ambiente, política agrícola e agrária – Jenir Alves (FETAGRI)

Secretaria de Saúde e Segurança no Trabalho, Previdência, Aposentados e Servidores Públicos – Flávio Lopes (SINDIJUS-MS)

Congresso – O congresso virtual teve a participação do presidente das nacionais Adilson Araújo (CTB) e Ubiraci Dantas de Oliveira, o Bira, (CGTB), comentando sobre o fortalecimento da central.  O secretário de Relações Internacionais da CTB, Nivaldo Santana, discursou sobre a atual conjuntura.  O assessor de Comunicação da CTB, Umberto Martins, explanou sobre a Tese Nacional da central.

Em seguida, o dirigente Ricardo Froes (SINTRAE) apresentou o Balanço da Gestão da CTB/MS. A diretora Iara Gutierrez Cuellar (FETEMS) mediou a Aprovação das Teses e emendas.

Também foi discutido e aprovado as alterações Estatutárias e Unificação da CTB-CGTB pelo diretor Ricardo Froes. A Proposta de Nova Direção da CTB MS, com eleição, posse e aprovação do Plano de Lutas  foi mediada por Jorge Bento (FETAGRI).

Por último, ocorreu a eleição da Delegação ao V Congresso Nacional da CTB por Fabiano Reis, que encerrou o congresso, dando ênfase na luta e união das categorias para o futuro melhor dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

Fonte: Sindijus-MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *