Bolsonaro volta a defender o Centrão e diz que pode se filiar ao Progressistas

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar nesta quinta-feira, 22, que pode se filiar ao Progressistas (PP) para disputar as eleições de 2022. Ele rebateu críticas de que teria se rendido ao Centrão ao convidar o senador Ciro Nogueira para assumir a Casa Civil. O mandatário reclamou da forma pejorativa que os partidos de Centro estão sendo tratados e lembrou que o bloco reúne 200 parlamentares, justificando que o governo federal não pode fechar os olhos para a importância do grupo. Bolsonaro também confirmou que pretende conversar pessoalmente com o Ciro Nogueira na segunda-feira. ” Não vai ser um casamento pela internet. Eu conheço o Ciro. Eu passei mais da metade do meu período como parlamentar no Progressistas”, afirmou.

Bolsonaro também voltou a defender a necessidade do voto impresso e afirmou que é a única forma de acabar com as dúvidas que ainda existem no país. Ele disse que pretende convidar um hacker para mostrar as fragilidades da urna eletrônica, o que deve acontecer na próxima semana. No entanto, o presidente já chegou a admitir que a proposta não deve ser aprovada. “Ministro Barroso vai para dentro do Congresso se reunir com lideranças partidárias dizendo que as urnas são plenamente confiáveis. Se são, dá um tapa na minha cara”, afirmou. Para valer nas próximas eleições, a PEC do voto impresso precisa ser aprovada até outubro, sendo duas votações na Câmara e duas no Senado, com a necessidade de maioria absoluta dos votos.

Fonte: Jovem Pan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *