Áreas de instabilidades se intensificam em Mato Grosso do Sul

Grandes áreas de instabilidade associadas ao ar abafado e à circulação de vento em níveis médios e altos da atmosfera seguem se intensificando e se espalhando entre o Sul, o Sudeste e o Centro-Oeste do País.

Até quinta-feira (12) essas condições devem provocar chuva generalizada em Mato Grosso do Sul segundo o Climatempo. Há risco de temporais, acompanhados de raios, granizos pontuais e rajadas de vento que podem variar entre 50 e 90 km/h. A população deve ficar atenta as áreas de alagamentos e queda de árvores. 

Para esta quarta-feira (11) o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) estima céu parcialmente nublado a nublado com expectativa para pancadas de chuva em todas as regiões do Estado. Há possibilidade de chuva frequente e volumosa para as regiões sudoeste, sul e central. 

A umidade relativa do ar neste dia pode variar entre 90% a 50%, podendo registrar pico mínimo de 25% na região do bolsão. Vento fraco a moderado com rajadas localizadas em todas as regiões.

As temperaturas estarão amenas, podendo registrar mínima de 19°C e máxima de 33°C no Estado. Para a Capital a variação está estimada em 21°C a 26°C.

Quinzena

Tendência de precipitação emitida pelo Cemtec para as próximas duas semanas aponta período com grandes volumes de chuva devido a intensificação de áreas de instabilidades. Até o dia 18 o tempo fica nublado a nublado com chuva especialmente entre a tarde e à noite. 

As chuvas irão se concentrar sobre municípios da região sudoeste, sul e central onde são esperados aproximadamente 100 milímetros. Para os demais setores são esperados acumulados entre 30 a 50 milímetros. Nas áreas onde a chuva será expressiva, é recomendável a população fique atenta às possíveis condições adversas como chuvas intensas, ventos fortes, raios e granizo. 

As chuvas devem dar uma pausa entre os dias 19 e 23, com possibilidade de retorno a partir do dia 24. Neste segundo período o volume de chuva será bem menor que o anterior, podendo ficar concentrada na região do bolsão com até 50 milímetros. Nas demais áreas pode chover até 30 milímetros de chuva até dia 26 de novembro.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *