18 de Maio – Dia de celebrar os 68 anos de lutas e conquistas da ACP

Uma longa e bonita história de união, coletividade, consciência de classe e vanguarda! Assim podem ser traduzidos os 68 anos que lutas e conquistas do maior sindicato de base de Mato Grosso do Sul. No dia 18 de maio de 1952, um grupo de professores fundou a ACP. Desde então, toda a carreira do magistério campo-grandense, a Educação Pública da cidade e do Mato Grosso do Sul e as lutas democráticas do país foram empenhadas pelos trabalhadores da educação, reunidos pela ACP.

Antes Associação Campo-grandense de Professores, devido à impossibilidade de servidores públicos se reunirem em sindicatos, a entidade passa a ser o Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública em 1989, após o direito ser assegurado na Constituição Cidadã de 1988. Constituição, aliás, que a ACP ajudou a escrever, participando da caravana de professores de MS que levaram suas contribuições para a Constituinte de 1988.

Nessas quase sete décadas, a luta da ACP transformou a educação pública e os direitos dos trabalhadores. Foi por meio da entidade que os profissionais da educação conquistaram a estabilidade do concurso público, o Estatuto do Servidor e Estatuto Magistério, a política de valorização dos planos de cargos e carreiras, do Piso 20h, da hora-atividade, gestão democrática, assistência médica, inclusão dos profissionais da educação no grupo de risco com direito à vacina contra gripe, entre tantos outros direitos. A união dos professores vai além da defesa da categoria. A ACP é referência para a luta da classe trabalhadora e a defesa da democracia.

Para celebrar esses 68 anos de história, a ACP realiza nesta segunda-feira (18), uma série de ações. A primeira ação do dia foi o lançamento da versão on-line da revista Expressão 2020 com temática especial sobre o FUNDEB (acesse na página inicial). Ao longo da manhã, as redes sociais do sindicato continuam a apresentar a série especial de vídeos “ACP 68 Anos” (Facebook e Instagram).

No dia do aniversário dois vídeos traduzem a importância da ACP para a categoria. No primeiro episódio do dia, o presidente, professor Lucílio Nobre, e a vice-presidente, professora Zélia Aguiar, resgatam a história de lutas do sindicato. Na segunda publicação, o vídeo especial 18 de Maio traz emocionantes relatos de professores e professoras filiados ao sindicato, contando sua relação e o significado do entidade para suas vidas e a categoria.

Veja os vídeos deste dia 18, na série ACP 68 anos

Desde 1952 – Nossa luta não para!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *