Chapa 30 presidirá Sindifiscal no próximo triênio

Num exemplo de cidadania, os fiscais tributários estaduais escolheram no sábado (23) a diretoria executiva que liderará o Sindifiscal-MS (Sindicato dos Fiscais Tributários do Estado de Mato Grosso do Sul) pelo próximo triênio, de 2020 a 2022. A contagem dos votos terminou no domingo, às 15 horas, um total de 814 votos de 1.143 Fiscais Tributários Estaduais aptos a eleger a nova diretoria.

Francisco Carlos de Assis, Chiquinho, vai continuar presidindo a entidade no próximo triênio, de 2020 a 2022

A diretoria executiva, que segue na presidência, obteve 410 votos. A Chapa União de Gerações, que tem como presidente Francisco Carlos de Assis, Chiquinho, será empossada em janeiro de 2020. Chiquinho precisou assumir a presidência do Sindicato, depois do afastamento do presidente anterior,  Marco Aurélio Cavalheiro Garcia. Além do presidente, assume o cargo de vice-presidente, Rubens França, diretor Administrativo, Erick Costa e seu vice, Wilson Marcos, diretor-secretário de Comunicação, Rodrigo Falco e seu vice, Everson Leite, e, diretor de Formação Sindical, Social e de Aposentados, Antônio Independente e sua vice, Adenice Domingos.

Duas chapas disputaram o comando do Sindicato. Além da Chapa 30, a chapa 10, com o nome “Dialogar para avançar”, obteve 388 votos. A Chapa foi encabeçada pelo Fiscal Tributário Estadual (FTE) Pablo de Barros Campos Marques. Os candidatos passaram sábado (23), durante a votação, em frente ao Sindicato, recepcionando eleitores.

A vitória para a Chapa 30, encabeçada pelo atual presidente, Chiquinho, foi confirmada no domingo (24) com a contagem das cédulas dos FTEs em trânsito, um total de 410 votos à chapa União de Gerações. Foram 814 votos dos 1.143 Fiscais Tributários Estaduais aptos, ou seja, 71% do total exerceu seu direito de escolher a liderança da categoria. 

Nesse mesmo dia, as regionais também elegeram o membros do Conselho Fiscal e seus delegados e representantes nas delegacias de Campo Grande, Ponta Porã, Aquidauana, Corumbá, Dourados, Três Lagoas, Nova Andradina, Paranaíba e Coxim/Sonora, Mundo Novo e Porto XV em Bataguassu. Em Campo Grande e Porto XV de novembro (Bataguassu) houve disputa, nas demais delegacias foram chapas únicas.

Para acessar os documentos oficiais e os representantes eleitos das delegacias regionais é só clicar aqui

(Por Fabiane Sato – DRT/MS  042)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *