Jardim recebe o ‘Ônibus da Saúde’ neste sábado

O município de Jardim, distante 234 km da Capital, recebe no próximo sábado (06) a visita do programa de prevenção “Ônibus da Saúde”. Desenvolvido pela Cassems, a maior estrutura móvel de prevenção ao câncer do país é equipada com sala de exames ginecológicos, sala de mamografia, consultório médico e centro para pequenas cirurgias, além de uma experiente equipe de médicos. O programa tem como objetivo principal levar procedimentos que a população do interior de Mato Grosso do Sul não tem acesso. O ônibus estará estacionado, à partir das 7h, na Unidade Regional da Cassems, localizada na Rua Tenente Hernani de Gusmão, 279 – Centro.
O foco deste programa são os dois tipos de câncer que mais atingem as mulheres: o câncer de colo de útero e o de mama, que quando diagnosticados no início, têm maiores chances de cura. Além de identificar possíveis indícios de câncer, o atendimento no ônibus também é importante por formalizar uma parceria entre o programa e o município, onde o paciente tem garantido o atendimento continuado caso apresente algum sintoma.
Para a diretora de Assistência à Saúde da Caixa dos Servidores, Maria Auxiliadora Budib, os pacientes são todos agendados previamente pela equipe da Cassems e pelo Sistema Único de Saúde (SUS) municipal, que realiza uma triagem em mulheres com atrasos em seus exames. “Nós listamos todas as beneficiárias que não realizam exames preventivos e selecionamos os casos mais críticos. Existem episódios de beneficiárias com atraso de mais de dez anos”.
Viabilizador do programa, o presidente da Caixa dos Servidores, Ricardo Ayache, explica que a prevenção é o melhor caminho para evitar esse mal. “A Cassems insiste na prevenção porque o câncer de colo de útero e o câncer de mama são doenças silenciosas, sem sintomas nas fases iniciais”.
O presidente também salienta que se detectado a doença na fase inicial o tratamento é totalmente eficiente, impedindo o desenvolvimento do câncer. “É muito importante realizar o exame preventivo anualmente e a mamografia a cada dois anos”.

(Fonte: Ascom Cassems)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *