Justiça acata recurso de candidatos e dá prosseguimento ao concurso da Polícia Civil

O desembargador Nélio Stábile, relator do recurso interposto no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) por candidatos no certame para investigador e escrivão da Polícia Civil, concedeu nesta terça-feira (13) a tutela de urgência antecipada para determinar o prosseguimento do concurso.
“O Sinpol sempre primou pela celeridade no concurso, afinal o certame foi realizado há cerca de um ano e meio e até hoje ninguém foi chamado para a academia. É preciso nomear os aprovados o mais rápido possível para que possa reforçar o efetivo da polícia civil”, afirmou Giancarlo Miranda, presidente do sindicato.
A prova de digitação correspondeu à sexta fase do concurso da Polícia Civil e foi aplicada entre os dias 8 e 9 de setembro. Os candidatos foram divididos em grupos, que se sucediam a cada meia hora, mas o texto era o mesmo para os dois dias de prova.
O Ministério Público considerou que o conteúdo do texto para avaliação foi idêntico para todos os grupos de candidatos e defende que o vazamento prejudicou a igualdade de condições entre os concorrentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *